Os costumes mais estranhos da Ásia

Jun 22, 2018

Folheámos as páginas do passaporte do Boa-Bao e viajámos para as mais variadas partes da Ásia.  Voltamos com muitos carimbos e histórias para contar! Prontos para o guia dos costumes mais estranhos que encontrámos?

Desde ser comum ir trabalhar de pijama no Vietname a serem banidas as pistolas de água no Cambodja, trazemos-vos curiosidades de alguns dos países que representamos na nossa “Asian Food Journey”. Prontos para conhecerem um pouco mais da cultura e hábitos por toda a Ásia?

Na Tailândia qualquer desrespeito ao Rei ou seus familiares é crime. Isto inclui pisar notas porque no centro dos Bahts (dinheiro tailandês) está um retrato do Rei. Já ouvimos dizer que o “dinheiro não conhece dono”, na Tailândia não é bem assim e o dono está bem explícito.

Na Malásia e Indonésia é proibido comer uma fruta chamada “Durian” nos transportes, hotéis, aeroportos e outros locais públicos, por ser a fruta com um dos cheiros mais intensos do mundo. No Boa-Bao acreditamos que quem não arrisca não petisca, mas talvez experimentar “Durian” seja arriscar demais…

Se embarcarem para a China e precisarem de usar a internet, servidores como o Google estão bloqueados e podem até mesmo não receber alguns e-mails. Para além disso, o governo também monitoriza todos os conteúdos que a população recebe.

O Japão, a terra do sol nascente, do anime, e o país com o maior número de sub-culturas de street style existente, é um dos lugares mais carismáticos de sempre… E algumas das regras e tradições mais caricatas do mundo vêm de lá. Nos transportes públicos é proibido falar ao telefone para não incomodar ninguém e não estranhem se alguém no metro apoiar a cabeça para dormir no vosso ombro. É bastante usual e considera-se falta de educação acordar a pessoa. Sabiam que em alguns bares japoneses é proibido entrarem mais que duas pessoas numa casa-de-banho? Testemunho de uma das nossas locals que numa visita ao Japão decidiu entrar na casa-de-banho com mais duas amigas… Mas aparentemente no Japão, três não é a conta que Deus fez e foram todas expulsas. Who knew? Os japoneses são uns dos povos mais trabalhadores que existem e por isso mesmo, há uma prática bastante comum chamada “Inemuri” – dormir no trabalho. O ato de dormir no trabalho é visto como sendo muito positivo e significa que os funcionários estão a trabalhar tanto que precisam de uma pausa.

E assim terminamos este capítulo da nossa viagem! Mas há ainda muito mais para descobrir… Comecem por aventurar-se na gastronomia da Ásia connosco, no Boa-Bao, e deixem-se inspirar para planear a vossa ida a qualquer um destes interessantes e curiosos países!